Helicoverpa armigera: danos e características.
Helicoverpa armigera: danos e características.

by Life Biological Control

há cerca de 1 ano

Helicoverpa armigera: danos e características.

A Helicoverpa armigera é uma das pragas mais temidas pelos agricultores brasileiros, pois é muito conhecida por sua voracidade e agressividade.
Entre os anos de 2012 e 2013, essa pequena lagarta foi responsável por uma explosão populacional nunca antes registrada e causou um prejuízo gravíssimo nas lavouras de soja, algodão e milho.

Naquela época, ainda não conhecíamos bem a espécie e como combatê-la, mas hoje, graças a muito estudo e pesquisa, temos como identificá-la e realizar projetos de manejo e controle, para evitar que elas causem grandes estragos.
E para te ajudar, no artigo de hoje, vamos falar um pouco mais sobre as características da espécie Helicoverpa armigera!

Evolução

A Helicoverpa armigera, enquanto larva, pode passar por até seis estágios diferentes, apresentando cores diversas como branco-avermelhado, marrom e verde. Isso acontece dependendo da alimentação do inseto e, por isso, pode ser um pouco difícil de realizar sua identificação durante esse período.

Após a fase larval, a H. armigera entra em estágio de pré-pupa e, então, pupa que dura em torno de 12 a 16 dias e mantém o inseto dentro do solo. Nesse estágio a coloração da casca fica marrom e possui aspecto brilhante.

Já quando adulta, elas se transformam em um inseto de asas, com manchas na parte central das asas anteriores e coloração mais clara nas posteriores, com apenas as pontas escuras. Ainda nesse período, a espécie pode sobreviver por até 12 dias, sendo que as fêmeas costumam viver mais do que os machos.

Durante esse curto período de vida, as fêmeas ainda podem colocar até 3 mil ovos, que são pequenas bolinhas amareladas com aspecto brilhante. Porém, com o passar do tempo e a aproximação do estágio de eclosão, eles passam a apresentar uma coloração amarela escura.

Notar essa espécie pode ser um pouco difícil em seus estágios iniciais, mas com uma boa pesquisa de campo, é possível. A partir de um certo ponto, a lagarta apresenta mais de 1cm de comprimento e possui pelos brancos na parte frontal, além de pintas nas patas. Também é possível ver um tegumento coriáceo em seu corpo, com a ajuda de uma lupa, o que pode ser definitivo para o processo de identificação.

Ovos do Helicoverpa armigera

Sobrevivência

O clima quente e seco é o preferido dessa espécie, pois é perfeito para acelerar o seu ciclo de desenvolvimento. Porém, diferentemente de outras pragas, a H. armigera consegue se habituar a vários climas, sem apresentar problemas em seu ciclo de vida, mesmo no frio. Elas também podem sobreviver em plantas hospedeiras, como ervas daninhas e se multiplicar sem que o agricultor perceba.

Campo

Danos e manejo

A Helicoverpa armigera é considerada uma espécie polífaga, pois pode ser encontrada em mais de 60 espécies hospedeiras, causando danos em diversas culturas. Apesar das mais comentadas serem a soja e o milho, a espécie já apresentou ser a principal causa de 40% das perdas da safra de algodão.

Para o manejo é necessário monitoramento durante a fase vegetativa da cultura para a identificação da praga e, então, entrar com ativos biológicos para realizar o controle, de uma forma que não afete o plantio ou o solo.

Com o desenvolvimento de novos recursos, hoje é possível realizar o controle específico dessa praga com soluções sustentáveis, que não afetam o meio ambiente e atingem apenas a espécie alvo.

Para saber mais, continue acompanhando nosso blog ou entre em contato conosco e conheça nossas soluções. É sempre um prazer ajudar vocês a conhecer melhor o mercado de controle biológico.

Fontes: Embrapa

Compartilhe:

Pesquisar

Postagens Recentes

A primavera e o impacto no agronegócio.

há 7 meses

A primavera e o impacto no agronegócio.

Controle Biológico: a natureza agindo na agricultura.

há cerca de 1 ano

Controle Biológico: a natureza agindo na agricultura.

Helicoverpa armigera: danos e características.

há cerca de 1 ano

Helicoverpa armigera: danos e características.

Você sabia que as abelhas são essenciais para a produção de soja?

há mais de 1 ano

Você sabia que as abelhas são essenciais para a produção de soja?

ButtonWpp